A reabilitação de edifícios ou ITE (Inspeção Técnica de Edifícios) é um ponto chave no aperfeiçoamento de ações preventivas de melhoria e manutenção dos edifícios. Essas ações se focam, principalmente, no que se refere à eficiência energética, segurança e acessibilidade, o que se traduz em um aumento no valor das instalações.

Embora seja verdade que a reabilitação de um edifício possa ser à partida um problema, especialmente devido ao seu custo, e ao tempo que fica inutilizável devido a obras, as razões pelas quais é recomendado realizar essas melhorias são significativas.

Principais razões para reabilitar um edifício

  1. Problemas na fachada que podem pôr em perigo tanto a integridade das instalações como os usuários das mesmas. A deterioração da fachada do edifício, devido a condições meteorológicas adversas, ou os danos das áreas comuns, pode levar a rachaduras e deslizamentos perigosos. Essa deterioração também influencia o consumo de energia, aumentando enormemente devido às trocas de temperatura que ocorrem através dessas rachaduras ou fissuras.
  2. Deterioração ou problemas na estrutura do edifício. Quanto maior o número de anos, maior a probabilidade de que as vigas ou os pilares do edifício em questão comprometam sua segurança estrutural e, portanto, a de seus usuários. Os anos, o uso, a umidade ou os movimentos do próprio terreno podem causar danos na estrutura interna do edifício, sendo necessário investir para reparar esses problemas e garantir a segurança. Felizmente, as técnicas usadas para reabilitação e os materiais evoluíram consideravelmente, resultando em edifícios muito mais seguros e eficientes.
  3. Melhorar a eficiência energética. Reparar a fachada do edifício é absolutamente necessário se deseja obter um bom isolamento térmico, mas também é necessário mudar as portas e janelas antigas para obter um isolamento real. No caso das janelas, é importante que estas disponham de vidros duplos, e até mesmo com sistema de rutura de ponte térmica, de modo a evitar a condensação dentro do edifício e dos respetivos quartos. Em relação às portas, o melhor sistema para evitar as trocas de temperatura e obter mais vedação, é a instalação de portas automáticas. As portas automáticas, além de reduzirem o consumo de energia do edifício, garantem a segurança como a acessibilidade universal, elemento chave no marco da regeneração urbana.
  4. Melhorar a acessibilidade universal. Uma das vantagens da reabilitação dos edifícios é que traz melhorias nos acessos, banheiros públicos, entre outros. Os edifícios reabilitados instalam rampas, elevadores, portas com a largura necessária para pessoas com mobilidade reduzida, e portas automáticas, para garantir que todos, independentemente da sua condição física, possam usufruir das instalações sem problemas.

Vantagens de reabilitar um edifício

Aumento do valor do edifício. As melhorias estruturais dos edifícios antigos aumentam o seu valor de mercado, tanto ao vender como ao arrendar o imóvel. A reabilitação de edifícios antigos faz com que estes sejam revalorizados significativamente, uma vez que as reformas concedem ao edifício as mesmas certificações e qualidades de um novo edifício. Além disso,  é adicionado o seu valor histórico e a sua localização, uma vez que os edifícios mais antigos também são os mais centrais.

Economia de energia. A reabilitação dos edifícios supõe uma grande redução do consumo energético, uma vez que tem de ser feito um menor uso de equipamentos de climatização. Por outro lado, os sistemas de iluminação antigos desaparecem em favor dos LEDs, a ventilação cruzada é favorecida e a vedação das instalações é aumentada. O consumo de água também é reduzido, graças aos novos sistemas de domótica ou à reciclagem de águas pluviais.

Sustentabilidade. A redução do consumo de energia e de matérias-primas, como a água, tornam esses edifícios reabilitados em lugares mais sustentáveis, uma vez que o impacto que estes itens têm sobre o meio ambiente é minimizado. A redução no uso de energia convencional também reduz as emissões de CO2 e de agentes poluentes para a atmosfera, a principal causa do efeito de estufa.

Melhoria estética e de conforto

Cradle to Cradle (que traduzido à letra significa do berço ao berço), a qual está comprometida com a ecoeficiência

A reabilitação da fachada do edifício vai supor uma revalorização e uma melhoria estética não só do próprio imóvel, como também da zona em que este se encontra.

Além de melhorar a estética do edifício, é importante referir que as reformas trazem um aumento no conforto do usuário. Como as trocas de temperatura entre o interior e o exterior do edifício não ocorrem, a temperatura no interior permanece estável e a utilização de dispositivos de aquecimento e/ou ar condicionado é reduzida.

Manusa Portas Automáticas