As portas automáticas aumentam a segurança das empresas, estabelecimentos e até edifícios residenciais, especialmente quando acompanhadas por um sistema de controle de acesso. Cada vez mais os clientes decidem apostar nelas para seus edifícios. E no momento de escolher a porta automática, além de prestar atenção ao design e em sua funcionalidade, é necessário se preocupar com os sistemas de segurança instalados. Desta forma, vamos conseguir que tudo funcione perfeitamente e que não haja problemas, nem acidentes indesejáveis.

Portas que ficam no meio do caminho ou não abrem nem fecham completamente, motores que não funcionam, elementos externos que impedem o bom funcionamento dos sistemas… as portas automáticas estão sujeitas a avarias e incidentes, mais ou menos graves, que provocam transtornos e podem causar acidentes.

A importância da segurança nas portas automáticas

A importância da segurança nas portas automáticas

Como podemos controlar a segurança das portas automáticas? Existem três aspectos que indicam se as garantias máximas de segurança são cumpridas: a porta dispõe de elementos de segurança exigidos para cada modelo, a empresa cumpre os regulamentos atuais e conta com um bom serviço de manutenção. Esses aspectos são fundamentais para reduzir os riscos para os usuários e garantir a qualidade e o funcionamento adequado das portas automáticas.

Para isso, é necessário que ao escolher seu fornecedor de portas automáticas evite tentações. Em muitos casos, se opta por portas automáticas “piratas”, mais baratas, mas que não cumprem com os regulamentos atuais, logo não oferecem as garantias de segurança necessárias. Além disso, o aparecimento de numerosas portas automáticas “piratas” causou o início de uma campanha de inspeções pelo Ministério da Indústria, Comércio e Turismo para monitorar o setor, impor sanções e para terminar com as portas automáticas “piratas”, reduzindo o nível de incumprimento

Uma boa porta automática deve levar a marcação da CE e adaptar-se às diretivas europeias de qualidade para garantir a segurança e cumprir a legislação em vigor. Essas normas marcam a segurança no design, no uso, na acessibilidade, na instalação, na proteção contra incêndios e todos os aspectos que afetam o bom funcionamento das portas automáticas. Esta obrigação provém de um regulamento, em vigor desde 2005 e alterado em 2013, que estabelece que têm de estar certificadas por técnicos autorizados e levar sua correspondente marcação CE. Esta marcação CE é um certificado com a acreditação do fabricante, tipo de porta automática, benefícios e certificado de teste, entre outros.

Além disso, quando o fabricante entrega uma porta automática, este deve fornecer uma documentação específica: a declaração de conformidade, o manual de uso e de manutenção e um livro de registo de manutenção, no qual se refletem as operações realizadas, com a data e a assinatura dos profissionais que as realizaram.

No que diz respeito aos elementos de segurança das portas automáticas, os mais comuns são geralmente as fotocélulas e os sensores de segurança, que detectam a passagem de pessoas e impedem o fechamento das portas, garantindo a proteção dos usuários. Isso reduz o risco de esmagamento ou colisão. No entanto, dependendo do modelo da porta também existem os sistemas de controle de acesso, identificação pessoal de acesso, trincos automáticos, chave exterior, trinco de piso, entre outros.

A tudo isso se adiciona a necessidade de realizar uma boa manutenção. A manutenção periódica previne acidentes, reduz avarias e problemas que podem gerar e ajudar a prolongar a vida útil da porta automática. E para que a manutenção seja adequada, não a pode fazer qualquer um. Deve ser realizada por uma empresa com capacidade comprovada e com pessoal qualificado e experiente. As portas automáticas são peças que necessitam de ajustes, calibração, substituição de peças… e é necessário que sejam feitas por uma equipe técnica qualificada que conheça suas características.

Na Manusa, estão cientes da importância da segurança em portas automáticas. Portanto, todos os produtos contam com uma garantia para cumprir todas as normas europeias para as portas automáticas. Além disso, no processo de fabricação, em cada um dos seus produtos se tomam medidas para eliminar os riscos durante a vida útil de suas portas e para que estas possam funionar sem risco para as pessoas.

Além disso, Manusa dispõe de um serviço de pós-venda, Manusa Service, que se caracteriza pela rapidez em resolver incidentes e em cumprir com os elevados padrões de qualidade e exigência. Isso, juntamente com a exigência de uma manutenção periódica por técnicos autorizados, garantem que seus clientes possam desfrutar das suas portas automáticas em ótimas condições durante uma longa vida útil.

A segurança nas portas automáticas é a chave para assegurar o bom funcionamento e para proteger as pessoas que nelas circulam todos os dias. Portanto, na Manusa integram a segurança em cada uma das fases de concepção e fabricacão, de modo a garantir a máxima qualidade de cada um dos seus produtos.

Manusa Portas Automáticas