O crescimento do número de habitantes e, conseqüentemente, da área edificada das grandes cidades, foi aumentada a necessidade de criar uma rede complexa de sistemas de transporte, capaz de absorver a crescente demanda por mobilidade.

No que diz respeito aos ônibus, o aumento exponencial do tráfego nos últimos anos e o congestionamento associado, levaram as autoridades respectivas a procurar soluções para melhorar o funcionamento das linhas, aumentando as frequências, a capacidade e a pontualidade.

As linhas de ônibus atuais estão se tornando mais sofisticadas e seu funcionamento é mais semelhante às estações de metrô ou trem: pagamento fora da própria unidade de transporte, graças à instalação de barreiras tarifárias, faixa exclusiva, acesso nivelado e múltiplas portas de embarque que são sincronizados com os da plataforma para facilitar e garantir tanto o acesso dos usuários quanto a sua própria segurança; todo o sistema de ônibus, as linhas de faixa próprias e a infraestrutura nas estações com portas automáticas de fechamento de plataforma, formam o sistema conhecido como Bus Rapid Transit.

O que é um sistema BRT?

Sistema de ônibus de trânsito rápido, ou Bus Rapid Transit da sua sigla em inglês, é um sistema de transporte público de massa, projetado especificamente para estações de ônibus. A finalidade deste sistema é de melhorar o fluxo de passageiros e sua segurança, embora sua instalação tenha outras vantagens significativas relativas à sustentabilidade.

Os sistemas Bus Rapid Transit nasceram nos Estados Unidos nos anos 70, e foram apresentados como a solução perfeita para o transporte em massa. Essa tecnologia permite que os ônibus funcionem de forma semelhante aos elétricos, em termos de frequência, velocidade, conforto e segurança, mas com a flexibilidade e a capacidade própria desses veículos, e com um custo de implementação muito menor.

Sistemas BRT Manusa pelo mundo

Manusa, com mais de 50 anos de experiência no mercado global, possui soluções sofisticadas para infraestruturas de transporte público, incluindo sistemas BRT. Entre todos os projetos realizados, vale a pena mencionar os seguintes:

  • BRT de Islamabad (Paquistão). Em 2015, o operador Capital Development Authority do país asiático realizou um projeto para melhorar e otimizar o sistema integrado de transporte entre as cidades de Islamabad e Rawalpindi, incluindo um total de 432 portas de fechamento de plataforma.
brt Paquistán

brt Paquistán

  • BRT de Quito (Equador). A Empresa Pública Metropolitana de Mobilidade (EPMMOP) da capital do Equador instalou, em 2016, um total de 80 portas para o fechamento das plataformas, de modo a melhorar o transporte no distrito metropolitano de Quito.
brt quito

brt quito

  • BRT do Rio de Janeiro (Brasil). No Rio de Janeiro encontramos dois grandes projetos com os sistemas BRT Manusa:
    • Em 2013, a operadora TransCarioca realizou a expansão do sistema integrado de transporte da cidade do Rio de Janeiro, através da instalação de um total de 432 portas de fechamento de plataforma.
    • Essa mesma extensão continuou em 2015, por ocasião da comemoração das Olimpíadas do Rio2016, pela mão do operador TransOlímpica. Através desta ampliação, foram criadas novas estações e foram instaladas outras 384 novas portas de plataforma, melhorando significativamente o sistema de transporte e preparando-o para um evento com uma grande afluência de pessoas de todo o mundo.
brt brasil

brt brasil

  • BRT de Uberlândia (Brasil). Em 2008, a operadora SETTRAN contou com a Manusa para a instalação de 128 portas de fechamento de plataforma, como parte de seu projeto para melhorar e otimizar o sistema integrado de transporte na cidade de Uberlândia, melhorando notavelmente a segurança e a velocidade nas linhas de ônibus dessa cidade do estado de Minas Gerais.
brt uberlandia

brt uberlandia

  • Mérida (Venezuela). Durante os anos de 2007 e 2008, Manusa, juntamente com a operadora Transmérida, realizaram o projeto de otimização do sistema de transporte em massa da cidade venezuelana, instalando um total de 168 portas de fechamento de plataformas nas estações.

brt venezuela

Vantagens dos sistemas BRT

O sistema BRT da Manusa pode ser integrado e totalmente adaptado à arquitetura da estação, podendo incorporar outros elementos de controle, como barreiras tarifárias, iluminação ou ar condicionado. Além disso, sua instalação é muito simples e requer um baixo nível de manutenção.

Este sistema possui diferentes métodos de configuração, ou seja, pode ser estabelecido o gerenciamento centralizado a partir de um único ponto de controle, pode se controlar estação por estação de forma independentemente, e até mesmo pode ser controlada cada plataforma individualmente, de modo a garantir sempre um maior controle e, portanto, uma maior segurança para o usuário.

Os sistemas BRT podem fazer uma grande diferença nas cidades, no que diz respeito ao transporte público. As vantagens deste sistema são evidentes tanto para o ambiente como para o usuário e, sem dúvida, serão uma parte intrínseca das cidades do presente e do futuro, especialmente naquelas em que o desenvolvimento de infraestruturas ferroviárias é mais difícil.

Manusa Portas Automáticas